Nosso blog é a reunião de tudo que existe de melhor no mundo: amizade, amor, livros, séries, games e filmes. Bem vindo à Sociedade do Anel!

domingo, 21 de junho de 2015

Scorpion

Boa noite pessoal, vi que essa série vai estreiar hoje no canal Sony e resolvi falar um pouquinho dela pra vocês. Quem sabe vocês decidem acompanhar. Nos EUA a temporada de Scorpion já foi finalizada e a CBS já confirmou sua renovação. Se vocês acompanham o blog, viram que ela está no meu topo 10 de séries.
Vamos lá...


Sinopse:
A série apresenta a vida de Walter (Elyes Gabel), o homem com o quarto QI mais elevado do mundo. Com o objetivo de oferecer soluções para os problemas do mundo, ele monta a Scorpion, uma empresa para a qual recruta pessoas com os melhores intelectos. Agora, além de unirem suas mentes para resolver problemas de relevância global, eles também ajudam uns aos outros a se sentirem parte integrante da sociedade.
Entre os membros da equipe estão Toby (Eddie Kaye Thomas), um gênio especializado no comportamento humano; Happy (Jadyn Wong), gênio da mecânica; e Sylvester (Ari Stidham), um gênio das estatísticas.

No elenco também estão Katharine McPhee, como Paige, uma garçonete que compreende a genialidade de seus clientes; e Robert Patrick como Cabe Gallo, um agente federal que trabalha com o grupo.

Esse é o trailer divulgado pelo canal Sony:



No primeiro espisódio Walter conhece Paige que não é como sua equipe, mas a contrata para '"traduzir" as pessoas pra eles, e ele tem uma afeição pelo filho dela, o Ralph - que ele percebeu que era um gênio também, assim ele olha para o menino e lembra de sua infância (acho que ele tenta ser como um pai pra ele), para Paige é importante a convivência de seu filho com eles, ela tem ajuda para entender sua mente especial e ser uma mãe melhor.


Gosto muito de ver como pessoas muito inteligentes vêem o mundo, é uma nova perspectiva, parece que quando nós, meros mortais, vemos uma cadeira, por exemplo, eles vêem mil coisas diferentes dela. 

Ela tem mais do que só a rotina de vários gênios resolvendo problemas complicados, ela mostra também o lado humano dele e a necessidade de encontrar sua metade da laranja. Dentro do time, Toby sente algo pela Happy que é muito fechada nesse sentido, e ao longo dos episódios ele vai tentando ganhar o coração dela. Também Walter tem algo pela Paige, e rola um triangulo amoroso quando o ex marido dela aparece. Eu sou a favor de que os casais fiquem logo juntos e criem coragem pra se declarar, mas claro que não é bem assim, os roteiristas enrolam para que o público continue assistindo e torcendo por eles, esse em especial me deixa louca por não acontecer nada logo. Não podemos esquecer que até o Sylvester tem uma paixão pela irmã de Walter, ela sofre de uma doença que não tem cura, ela aparace em alguns episódios e acaba se aproximando do matemático, se eles ficam juntos vocês terão que descobrir, não darei esse spoiler.

A série me agradou muito no começo acho que ela foi mantendo até o fim, mas alguns episódios eu não gostei muito. Ela é uma série típica do gênero, tem vários clichês, e a gente de uma forma espera o que irá acontecer, não é aquela uau nunca imaginei isso!. Posso dizer que no geral é boa, o final de temporada foi pra deixar a gente aflito (mas, claro que a gente sabe que tudo fica bem no final, se fosse Game of Thrones poderia ter sido diferente) vamos ver como a segunda temporada irá se desenrolar e ver se o nível será mantido. Minha aposta é que continuará boa.

Pra quem gosta de ação, uma pitada de comédia, um pouco de drama e pra quem quiser se adentrar no mundo dos super gênios fica uma ótima recomedação.

Até domingo
;)








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget