Nosso blog é a reunião de tudo que existe de melhor no mundo: amizade, amor, livros, séries, games e filmes. Bem vindo à Sociedade do Anel!

sexta-feira, 10 de julho de 2015

Análise - Tenacious D



E se além de falar sobre filmes, hoje o tema também for música? Bom, pelo menos nessa sexta é assim que vai ser. E não apenas música, mas sim de Rock n’ Roll! Estou aqui para falar sobre o filme Tenacious D – Uma Dupla Infernal!

Para quem nunca ouviu falar, Tenacious D é uma banda de verdade e que tem como integrantes ninguém menos que Jack Black (Escola de Rock, Kung Fu Panda) e Kyle Gass (Um Duende em Nova York, Ano Um).




Neste filme nos é apresentado JB (Jack Black), um rapaz que vai para Hollywood tentar alcançar seu sonho de se tornar um músico. Ele conhece o relaxado KG (Kyle Gass) e formam a banda Tenacious D e pretendem marcar o nome deles na história da música, mas eles percebem que isso não é tão fácil.

Para conseguir isso mais facilmente, eles resolvem invadir o Museu do Rock n’ Roll para roubar a Palheta do Destino, que foi feita utilizando um dente do próprio Diabo.

Claro que esse não é um daqueles filmes para concorrerem ao Oscar, mas ele é muito divertido, no estilo Jack Black e claro, muita música. O modo como KG ensina como JB deve se comportar, como ser um astro do Rock é excelente, com direito ao power slide!

Quanto as músicas, a grande maioria é da própria D (como eles se chamam), e falando alguma coisa sobre Rock n’ Roll ou sobre amizade, que um tema central na trama, já que é graças a amizade deles que possibilita que eles façam as loucuras vistas no filme.


Trazendo algumas curiosidades sobre o filme, vários artistas aparecem no filme, como Bem Stiller, Tim Robbins, Meatloaf da banda de mesmo nome e Dave Grohl, do Foo Fighters (esse último mais difícil de reconhecer).

O filme tem é cheio de palavrões. A própria palavra fuck é dita 106 vezes durante o filme. Eles ficaram tão conhecidos que a banda tem uma música no jogo Guitar Hero III. Quem nunca tocou The Metal?

O filme não foi bem de bilheteria, já que custou 20 milhões de dólares e acabou arrecadando apenas 14 milhões.

Para quem gosta de brincadeira e Rock n’ Roll, tanto o filme como a banda é uma boa pedida. Por que não assistir apenas para dar umas risadas das bobeiras da dupla? E quanto a banda, eles têm três CDs lançados e um EP, além da trilha sonora do filme. O último lançamento é o Ryze of the Fenix, de 2012. Vejam o filme e ouçam os discos para algumas risadas. É puro Rock!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget